Gaucho Negro!

Gaucho Negro!
Força e Honra

sábado, 20 de maio de 2017

RLSH – Real Life Super heroes (No Brasil SHVR – Super Heróis da Vida Real)












Bruce Heroi
18 de maio ·



RLSH – Real Life Super heroes (No Brasil SHVR – Super Heróis da Vida Real) é hoje um movimento de ativistas e vigilantes anônimos que de diversas maneiras contribuem de alguma forma para mudar e melhorar a situação caótica em que a humanidade se encontra. Não se trata de loucura, de se achar o Batman e sair por aí enfrentando o crime, mas sim uma forma criativa de atividade social para mudar o mun...do, não se vai entrar em uma situação de perigo e meter a cara, e sim ao ser analisada a situação em raciocínio rápido se pode entrar e reagir, se pode ligar para algum órgão competente aquilo e contribuir sempre para a situação ser resolvida justamente, se faz o vigilantismo evitando se expor, ajudando animais de ruas, mendigos, orientando pessoas perdidas ou sem orientação, distribuindo coisas educativas, fazendo palestras educativas e assim por diante, é um movimento de voluntários, de pessoas que realmente querem o bem social sem intenção de reconhecimento, anonimamente, ajudar por ajudar sem serem vistas ou reconhecidas, de pessoas que percebem que só o governo e a polícia não tem como dar conta, pois muitas vezes a polícia pega o criminoso depois do crime acontecido, enquanto os vigilantes estão a todo momento em diversos lugares, e enquanto a polícia está em um bairro, o crime acontece em outro, nos dois bairros existem vigilantes, flagrando o crime, podendo ajudar. Outra coisa é de que são voluntários, fazem por amor, não por dinheiro, é menos gasto para o governo, e mais ajuda para a sociedade, a Secretaria de segurança pública devia pensar nesse movimento e apoia – ló. Deixa as pessoas mangarem e sorrirem, enquanto mangam, tem um mendigo recebendo carinho, um animal abandonado, passando fome recebendo ajuda, tem uma mulher andando sozinha e sendo vigiada, protegida, enquanto isso existem pessoas que amam a vida e o mundo e contribuem assim para um mundo bem melhor. Cada um tem seu uniforme, nome de fantasia, simbologia conforme sua experiência ou significado que quer passar, uns preferem combater o crime, os vigilantes, outros realizar e participar de movimentos sociais educativos e benéficos ao homem, são ativistas anônimos (a maioria), mas todos contribuindo com uma pincelada para transformar o mundo em um local melhor e pacífico.
Se deve praticar artes marciais, defesa pessoal para se defender e defender os outros também, não se deve utilizar armas de fogo e conter a violência ao máximo. Se percebe que a polícia sozinha não está dando conta, o governo não resolve a questão da violência, então cada um pronto para se defender e defender os outros também, em cada bairro poderia existir pessoas do movimento que faziam plantão por equipes, protegiam o bairro inteiro, nem sempre reagindo, mas chamando algo competente conforme a situação, é uma boa maneira de ajudar mesmo, naquele caso onde o marido espanca a mulher, a justiça soltou o cara que voltou novamente para casa da mulher, a polícia não dar conta de vigiar 24 hs uma só pessoa, os vigilantes faziam vigilância por ali sempre, qualquer coisa defenderiam a mulher, se houver uma equipe bem organizada, bem treinada e preparada para isso, dar certo sim, não é como um louco que mete a cara querendo salvar, entra em assalto de qualquer jeito e se pondo em risco, mas alguém que flagra ali as coisas, e tem mais chance de fazer algo e ajudar, é algo nobre sim, pelo voluntarialismo e amor a humanidade.
O ideal mesmo do movimento dos Super Heróis da vida real é disseminar a paz, o bem, o amor e a educação, se por exemplo estão em uma vigília a noite, flagram um assalto, se não der pra reagir e salvar a vítima, ligam pra polícia imediatamente, gravem o rosto dos criminosos e depois que tudo passar correm lá, consolem e ajudem a vítima ou vítimas, se der pra reagir, reajam, imobilizem o ou os criminosos e ligam pra polícia, o cara vai preso, defenderam os cidadãos de bem e receberam os parabéns da polícia e do próprio governo, vão até apoiar o movimento, apenas aconselhando para pequenas situações de perigo, ajudar os animais de rua, mendigos, trabalho social educativo e assim por diante, esse é que é o ideal do super herói na vida real, ser verdadeiramente do bem e um verdadeiro pacifista. Combater através da educação e esclarecimento a homofobia, o preconceito, o racismo, a intolerância religiosa etc, defender com as mãos ou com certos equipamentos certas vítimas em situações extremas de perigo e risco físico e psicológico, ajudar e proteger mendigos, pessoas de ruas e animais que sofrem maltratos e que estão abandonados, fazer realmente uma corrente do bem, sensibilizar o coração das pessoas e inspirar muitos a mudarem e serem melhor pessoas, existe no movimento o trabalho de reforma íntima também, esse é que é o espírito do movimento RLSH e deve ser o espírito do movimento SHVR no Brasil. São Super sim, mesmo não tendo poderes ou algo assim, por causa de seus corações, cheios de amor ao próximo e pela atitude prática de fazerem algo para o bem e para melhorar as coisas sem interesse de reconhecimento e de forma anônima, sem ganhar nada em troca. Não é loucura ou coisa de quem não tem nada o que fazer, nem fantasia de fanáticos por Super Heróis, é algo prático e racional sim, é algo possível sim, vamos juntos tentar aqui no Brasil ascender a chama do real espírito do movimento RLSH e contribuir para um mundo bem melhor.
Avantes Super Heróis, hoje muitos mangam de vocês, amanhã vão ver algum fruto desse trabalho e dar os parabéns a vocês, vão perceber aos poucos que não é loucura, nem coisa de fanático por Super Herói, quadrinho ou desenho animado, é algo prático e que a sociedade precisa mesmo.





Nenhum comentário:

Postar um comentário