Gaucho Negro!

Gaucho Negro!
Força e Honra

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

A POLÍCIA É SEMPRE A CULPADA

Mais um pensamento medíocre que a mídia comprometida com não sei quem, passa para as pessoas... lógico que não é toda a mídia que pensa dessa forma... a polícia está do nosso lado... a nossa guerra não é contra ela... já diz o titulo de uma comu do orkut da qual faço parte: "quem não gosta de policia é bandido". E tenho dito. GN


VIA FACEBOOK - AUTORIZADO PELO AUTOR.


Alberto Afonso Landa Camargo


Assistia hoje um jornal televisivo quando deu a notícia de que dois motoqueiros, em São Paulo, se aproveitavam de um congestionamento de veículos para assaltar os motoristas. Um bombeiro reagiu e trocou tiros com os bandidos. Um deles foi morto, mas uma criança que estava num automóvel acabou sendo atingida e também morreu. Até aí, nada de novo neste Brasil onde a violência campeia solta.

Uma senhora entrevistada, reclamou, dizendo que "recomendam que não reajam a assaltos em razão dos riscos, mas o policial reagiu. Se não tivesse reagido, a criança não teria sido morta."

Fiquei pensando nesta avaliação feita pela mulher, a mesma que certamente milhares de brasileiros fazem.

Como ela não lembrou sequer de falar sobre os assaltantes, a culpa pela morte da criança acabou sendo do policial segundo ela. Uma absoluta incapacidade de raciocínio lógico, dado que, sequer, passou pela cabeça dela que se os bandidos não estivessem assaltando, o policial não teria reagido e a menina não teria sido morta.

Infelizmente acostumou-se com a ideia de que a polícia é sempre a culpada de tudo e, agora, acrescenta-se a isto a ideia, quem sabe inconsciente, de que o bandido pode fazer o que bem entender porque a culpa sempre será de quem se defende.

Consciência consagrada disto, ou consequência de uma manipulação midiática, que, infelizmente, seguimos e de que temos que ser passivos e submissos a qualquer ação criminosa?

A continuar desta forma, o melhor será fazer um acordo com os bandidos para que eles não precisem mais assaltar ninguém produzindo os riscos comuns a isto.

Acorde-se, assim, com eles, para que instalem uma espécie de "call center" e telefonem para as pessoas escolhidas para que estas mandem entregar-lhes dinheiro ou qualquer outro bem de que disponham, bastando indicar o endereço para entrega ou ir pegar na porta da casa da vítima.

Desta forma, os assaltos ocorrerão sem nenhuma reação da vítimas, não havendo consequências más para ninguém mais além delas.

Se a questão é passividade e submissão incondicional a criminosos, o melhor será optar por desenvolver um país de passivos e submissos incondicionalmente dispostos a desfazer-se de seus bens sem qualquer reclamação.

Façam bom proveito dos bens das pessoas honestas e trabalhadoras, senhores bandidos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário