Gaucho Negro!

Gaucho Negro!
Força e Honra

domingo, 17 de fevereiro de 2013

Gaúcho Maiquel Falcão busca o título dos Médios do Bellator




Será nessa quinta-feira que o lutador gaúcho Maiquel Falcão sobe no cage do Bellator em Atlanta/EUA para encarar o russo Alexander Shlemenko na disputa do cinturão de campeão da divisão dos Pesos Médios da organização americana.
Falcão, com um cartel de 31v-4d-1NC, fará a sua quarta luta no Bellator, tendo conquistado, em maio de 2012, o título de campeão do GP dos Pesos Médios da organização ao vencer o sueco Andreas Spang.
E faltando um pouco mais de 72 horas para essa luta, conversamos com Maiquel Falcão, direto do Hotel do Bellator nos Estados Unidos. Confira o bate-papo com o atleta.
NAS GRADES: Como tem sido a tua preparação para enfrentar o Alexander Shlemenko (46v-7d) no próximo dia 7?
MAIQUEL FALCÃO: Bom, minha preparação tem sido intensa faz muito tempo. Passei dois meses treinando na Team Kaobon em Liverpoll/Inglaterra e o tempo restante dos meus treinamento foram realizados em Santa Catarina com minha equipe, a RFT/Bal.Camboriú. Nesse último período,  chegamos a fazer quatro treinos por dia,  entre a preparação física e a parte técnica técnica.
Maiquel castigando Spang na final do GP
NAS GRADES: Foram praticamente 8 meses desde a tua última luta no Bellator, quando venceu o Andreas Spang e conquistou o GP dos Médios. O que mudou na tua preparação daquela luta para essa, onde o cinturão dos Médios estará em disputa?
MAIQUEL FALCÃO: Tudo mudou da luta com o Spang para essa com o Alexander Shlemenko. Os meus treinos foram mais intensos e mais fortes. Tive mais profissionais trabalhando juntos para essa luta. Estou me sentindo 100 vezes melhor do que na última luta.
NAS GRADES: Pode-se dizer que essa luta com o russo vai ser a mais importante da tua carreira no MMA, Maiquel?
MAIQUEL FALCÃO: Não vejo com esses olhos. Vejo que todas as lutas são degraus e temos que subir ou descer. Todas as lutas são importantes, cada uma da sua maneira, e essa é uma das mais importantes da minha carreira, sim. Mas minha meta não é só ganhar, mas me manter ganhando.
NAS GRADES: Como tu vê o futuro da divisão dos Médios no Bellator? Quem mais pode se destacar nesse peso?
MAIQUEL FALCÃO: Durante o GP dos Pesos Médios em que participei em 2012, gostei muito do estilo do meu último adversário. Acredito que o Andreas Spang vai muito longe dentro da organização.
NAS GRADES: Muito se comenta que o Bellator terá edições no Brasil a partir de 2013. Tu te imaginas defendendo o cinturão da divisão dos Médios no Brasil, com toda a torcida do teu lado?
MAIQUEL FALCÃO: Sim. Queria muito poder fazer isso dentro do Brasil, pois faz muito tempo que não luto no Brasil e nosso paí é mágico. Eu amo o Brasil e quem sabe essa edição não ocorra no sul para poder lutar para os gaúchos?
Quero aproveitar a oportunidade para agradecer a todos que me apoiaram nesses 8 meses de preparação, a Deus, minha família, minha esposa, meu bebezinho (parafuso), meu Mestre Marcelo Brigadeiro, meu preparador físico João Ferreira, Academia Kaobon da Inglaterra e todos que doaram seus corpos nos treinos para eu poder estar aqui, a todos da minha querida equipe e família RFT. osssssss.

Nenhum comentário:

Postar um comentário