Gaucho Negro!

Gaucho Negro!
Força e Honra

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

CONHEÇA LAGARTO NEGRO (NACIONAL)











Lagarto Negro é um personagem do gênero dos super-heróis brasileiros, criado por Gabriel Rocha em 1998 para inaugurar a reestréia do fanzine Impacto.

Criação:

A idéia para a concepção do personagem era criar um herói nacional para que o leitor do gênero dos super-heróis pudesse se identificar.

Como seria interessante que os leitores acompanhassem histórias onde o fantástico do universo dos quadrinhos esbarrasse muito próximo da realidade em que vivemos, foi escolhido, como cenário das aventuras do Lagarto Negro, a cidade do Rio de Janeiro. Não a "cidade maravilhosa" dos cartazes de propaganda das agências de turismo, mas sim o submundo dos tablóides policiais. São eles que retratam uma realidade muito mais digna da atenção de um super-herói.

Depois de estabelecido um ambiente para a aventura, faltava definir um pouco mais sobre o personagem.O Lagarto Negro não tem super-poderes. Ele é um cara normal, com algum treinamento em guerrilha urbana. Prefere fazer uso de armas não letais, como seu inseparável nunchaku. A verdadeira identidade do homem por de trás da máscara do Lagarto Negro nunca foi revelada. Os leitores ficam malucos com isso!



Traje: 

A roupa cobre qualquer aspecto que possa revelar alguma pista sobre a verdadeira identidade do herói mascarado. Predomínio de tonalidades cinza por serem características de camuflagem para guerrilha urbana. Um par de braceletes de uma liga de fibra de titânio protege seus antebraços. "Lagarto-cinto-de-utilidades" (hummm... onde será que já vi isso antes?) contendo desde agulha e linha para sutura cirúrgica até componentes infravermelho para visão noturna. Materiais como kit para primeiros socorros, componentes militares, algemas, bomba de fumaça, gás lacrimogêneo, chave mestra, lanterna, bússola, faca, pederneira, câmera digital, ipod, ou o que mais o escritor da HQ inventar na hora. O nunchaku também fica preso ao cinto. A máscara tem abertura para boca e existe um discreto comunicador que usa par manter contato com seu contato, o homem conhecido como Controle.





Motivação: 

Sabe-se apenas que antes de ser o Lagarto Negro, o homem por traz da máscara trabalhou como instrutor do batalhão de operações especiais da elite da Polícia Federal. Fez especialização em guerrilha urbana e antiterrorismo em Israel. Ele pensa que a disciplina conduz à força. Odeia corrupção policial. É torcedor do América Futebol Clube, do Rio de Janeiro. Em determinado ponto de sua carreira a corrupção policial torna seu trabalho impossível. Ele bate de frente contra a estrutura administrativa da polícia e acaba incriminado pela própria corporação. Foge e simula sua própria morte. Neste momento ele é recrutado por uma organização não governamental para trabalhar como gente especial no combate ao crime organizado e a corrupção governamental.

Lagarto Negro: 

O personagem foi "batizado" com o nome de um réptil típico da América Latina. A aproximação entre o animal real e o ícone do personagem serve para relacionar algumas características antropomórficas existentes entre eles. O animal real é um predador de hábitos noturnos, o personagem caça criminosos agindo durante a noite. Uma das características que define um réptil é seu sangue frio, que serve de eufemismo para a coragem do personagem. Ambos são latino-americanos, e o animal real está atualmente ameaçado de extinção.






 Poderes e Habilidades:

Não tem nenhum poder especial. Apenas habilidade em artes marciais e conhecimento em técnicas de guerrilha urbana.




Quadrinhos:

Sua primeira aparição foi na HQ "Roubo de carga", que saiu no Nº03 do fanzine Impacto. Desde então o personagem fez várias aparições, cativando o imaginário dos leitores que apreciam a frágil estrutura de fanzines.

O personagem aos poucos foi saindo do controle de seu criador para encontrar vida própria nas mãos criativas de outros autores independentes!

www.lagartonegro.com.br

Um comentário:

  1. Cara, que legal! Eu vim visitar seu blog logo após ver seu comentário e me surpreendi com a matéria. Agradeço pela divulgação! Um grande abração!!!

    ResponderExcluir